Resenha do Livro "A Maldição do Tigre"


Sensacional, é a palavras que define esse livro.

Kelsey é uma garota que perdeu os pais há pouco tempo e necessitando de dinheiro para pagar a faculdade consegue ser contratada temporariamente pelo circo, onde acaba encontrando o tigre branco Dhiren e sentindo uma forte ligação com ele. Depois do desejo de Kelsey para que o lindo tigre fosse livre um homem misterioso chamado senhor Kadom aparece no circo para levar o tigre e a convida a ajudá-lo no deslocamento do animal até a Índia iniciando assim grande jornada descobrindo que o tigre sedutor é na verdade um príncipe da Índia que foi amaldiçoado e cabe a ela ajudar a quebrar essa maldição.

Vamos falar um pouco dessa capa maravilhosa, totalmente mágica, ela passou a ser a mais bonita da minha estante retratando de fato a história e seu potencial. Depois de me derreter por a capa vamos a história que é narrada em primeira pessoa pela Kelsey que me fez ri e chorar ao decorrer de toda o livro e apesar do final que me deixou irritada pela crise de Kells (intimidade total kkkkk), tudo foi de bom a ótimo, ela mostrou seus pensamentos, aflições e medos sendo uma protagonista muito forte que estava a altura dos desafios impostos a ela. O tigre (lindo, maravilhoso...) Dhiren me deixou tentada a entrar na história para que euzinha quebrasse a maldição dele com urgência e seu irmão por mais cínico que seja (ele é o tigre negro, a outra face da maldição) é uma graça *-*. Outro personagem adorável é o Sr.Kadom, ele parece um avô carinhoso e sábio que no desenrolar da história explica tudo sobre a Índia, cultura, mitos e rituais, pontos importantíssimos para me situar na história (A Índia parece ser magnífica, eu quis experimentar todas as comidas e visitar todos os lugares descritos na história, adoro livros que fala sobre culturas diferentes – Rick fofo  lembrei de você kkkkk).
Chegou o momento reclamação, eu ficava espantada por que mesmo no meio do caos Kells conseguia dormir a qualquer momento! (#fiqueiboba).
Collem Houck fez uma história fantástica de ficção englobando uma cultura pouco explorada e com muitos preconceitos a ela, vale muito apena ler.  

5 comentários:

Niii disse...

a cultura do livro é o que mais me chama atenção!
e vc é mais uma que elogia bastante o livro! Estou ainda mais curiosa!

o/

bj

Fernanda Falleiro disse...

Estou super curiosa por esse livro, incio do mês ele não me escapa rsrs
bjos

Brenda Kayene disse...

geeente, fiquei curiosa!!
Tá na minha lista!

Katharine Amorim disse...

Quero logo comprar esse livro, além da história parecer muito boa, a capa é muito linda *-*

Bárbara Murat disse...

Aaaaaah Mejilla, pra que me deixar muito curiosa? HAUHA. Já tinha vontade de ler o livro, agora então..
A estória parece ser muito boa além de que, a capa é linda!

Beijos.