Resenha do Livro "Ladrões de Elite"


Li ‘Ladrões de elite’ nos meus intervalos do dia (quase mínimos kkkk), o que é ruim, pois acaba me desmotivando se o livro não for tão bom, não sendo foi o caso desse (que apesar de alguns mal entendidos entre eu e ele continuamos unidos até o fim.)
Se vocês já assistiram a aquele filme ‘segurem essas crianças’ vai entender um pouco sobre como é uma personagem principal que tem sorte em bolar planos loucos e da certo, esse é o caso de Katarina Bishop, uma adolescente de quinze anos, que às vezes esquece que é uma garota e tem uma vida, por se envolver nos negócios da família.
Kat é uma das maiores adolescentes ladras do mundo, mas desiste dessa vida para ser um pouco normal, contudo um ladrão hoje um ladrão sempre e ela planeja um dos maiores roubes da sua vida para salvar seu pai das mãos de Taccone, um homem muito perigoso que acusa o pai dela de ter roubado cinco telas muito valiosas de sua casa (parece mais um forte de tanta proteção). Porém não estará sozinha, com uma família de ladrões sensacionais, ela forma sua própria equipe com os adolescentes bem treinados na arte de pegar o que não é seu: Hale, o bilionário fofo que tem um amor por kat; Gabrielle, a prima perfeita que kat acha que supera ela em tudo; os irmãos Bagshaw que são formados em armadilha massachusetts Ohio (Os caras de pau) e Nick o misterioso batedor de carteira que foi encontrado por ela, e assim fechando a equipe para conseguir bolar um plano em sete dias e roubar quem pegou cinco quadros raríssimos que foram roubado pelos nazistas e nunca foram encontrados, não sendo o bastante o grupo descobriu que quem os roubou pode não ser ninguém ou ser qualquer um.
O livro é bom, mas nada que te leve ao delírio é mais uma leitura para relaxar porque visto que se tenha que planejar um assalto as coisas foram descritas sem dificuldade bem simples nada extraordinário para dá aquele solavanco no coração, focando mais o medo de kat em não conseguir. Eu não entendi bem o final , acho que eu esperava mais, mesmo sabendo que haverá continuações achei que algumas coisas deveriam ter sido solucionadas nesse primeiro, como é o caso da mãe de kat que fiquei sem saber quem é e o que aconteceu com ela e como uma das telas retorna do nada (tá parei de contar kkkkkk).  Agora devo dizer que ver um bando de adolescente organizando um golpe é legal porque tira a imagem que só quem consegue fazer um plano louco e certo é alguém com mais experiência (olha a revolta kkkkkk), a leitura é fácil e faz você querer chagar ao fim para descobrir o que acontece. 

Espero que vocês tenham gostado da resenha de reabertura do blog e é isso ai sejam bem-vindos novamente... BEIJOS. 

4 comentários:

Sanzinha disse...

Ana, já vi muitos falando bem desse livro, mas confesso que nunca tive vontade de ler, sei lá pq.
Talvez um dia eu mude de ideia. :)

Beijinhos e linda semana pra vc!

Niii disse...

Aninha fofa!
volta mesmo!
eu quero ler pq eu adorei um outro livro que li da Ally Carter sabe!
gostei de saber de mais uma opinião positiva!
bjos

Jovens Leitoras disse...

Eu estou lendo o livro agora, e confesso que tá meio empurrado. Esperava mais dele...
Tomara que isso mude, afinal, estou na pgn. 50 ainda..
Adorei a resenha!

Beijos.

Glaucea Vaccari disse...

Eu nem sei muito o que pensar desse livro. Já tive vontade de ler, depois desanimei, daí me interessei de novo, sei lá hehe
A história parece ser interessante, mas não é aquela coisa do tipo preciso ler.
Quem sabe um dia eu leia, mas por enquanto não é prioridade.
Bjo